sexta-feira, julho 24, 2015

Derrotas de Kelly Slater para brasileiros

Quantas vezes o atual unodecacampeão mundial perdeu para brasileiros? O Datasurfe registra 61 derrotas de Slater, ao longo de 27 anos, para 21 'brazos' diferentes: Fábio Gouveia, Flávio Padaratz, Jojó de Olivença, Ricardo Tatuí, Victor Ribas, Peterson Rosa, Neco Padaratz, Armando Daltro, Eraldo Gueiros, Raoni Monteiro, Rodrigo Dornelles, Adriano de Souza, Jadson André, Gabriel Medina, Miguel Pupo, Jessé Mendes, Willian Cardoso, Filipe Toledo, Aleho Muniz, Ítalo Ferreira, Alex Ribeiro e Bruno Santos.

A maioria foi pelo WT, mas algumas foram pelo WQS ou pelo antigo circuito mundial (em 1990 e 91). Nem todas valeram eliminação, por ser nos round 1 ou 4 do WT, ou em baterias de quatro competidores pelo WQS. Flávio Padaratz, Jadson André, Mineiro e Medina venceram KS em finais de WT.

Gouveia, Ribas, Mineiro, Medina, Filipe Toledo e Miguel Pupo derrotaram KS mais de uma vez em baterias homem-a-homem. Mineiro é o recordista em vitórias: 11; Medina venceu 7.

1993 - Gunston 500
Oitavas: Fábio Gouveia d. Kelly Slater
A bateria foi em ondas de 3 a 4 pés e a vitória foi por menos de meio ponto (28.84 a 28.49). Depois Gouveia perdeu para Shane Beschen e Gary Elkerton venceu o evento.

1993 - Alternativa Surf, Barra da Tijuca (RJ)
QF: Fábio Gouveia d. Kelly Slater
Gouveia depois perdeu a final para Dave Macaulay.

1994 - Reunion Pro, Saint Leu, Ilhas Reunião
Oitavas: Jojó de Olivença d. Kelly Slater
Jojó depois foi derrotado por Sunny Garcia na final

1994 - Rip Curl Pro Landes, Hossegor/França
Final: Flávio Padaratz d. Kelly Slater
A bateria foi em ondas perfeitas de 3 a 4 pés.

1994 - Quiksilver Surfmasters, Biarritz/França
R3: Ricardo Tatuí d. Kelly Slater
O evento teve ondas de 2 pés. Tatuí depois derrotou Jeff Booth na final.

1995 - Marui Pro, Chiba/Japão
R1: Fábio Gouveia d. Kelly Slater e Satoshi Sekino
Depois Gouveia foi eliminado no 3º round; Rob Machado venceu o evento.

1995 - Quiksilver Surfmasters, Biarritz/França
QF: Victor Ribas d. Kelly Slater
Depois Ribas perdeu para Derek Ho na semi e Sunny Garcia venceu o evento.

1999 - Gotcha Pro, Huntington Beach/EUA
QF: Fábio Gouveia d. Kelly Slater
Victor Ribas também derrotou Slater, na 1ª fase. Na final, Neco Padaratz venceu Gouveia na primeira final brasileira do WCT.

1999 - Quiksilver Pro Fiji
SF: Victor Ribas d. Kelly Slater.
Ribas depois perdeu a final para Mark Occhilupo.

2000 - Billabong Pro, Trestles (EUA)
R1: Armando Daltro d. Kelly Slater e CJ Hobgood

2002 - Billabong Pro, Teahupoo/Tahiti
R1: Peterson Rosa d. Kelly Slater e Mick Fanning
Em ondas de 8 a 10 pés, Peterson fez a maior pontuação do dia; Slater teve a lycra da competição arrancada durante um caldo. Depois Peterson perdeu para Trent Munro nas quartas e Andy Irons venceu o evento.

2003 - Billabong Pro J-Bay
R1: L.Stedman 14.67; Neco Padaratz 14.44; Slater 11.87
Na final, Slater derrotou Damien Hobgood.

2004 - Quiksilver Pro Tavarua
R1: Victor Ribas d. Kelly Slater e Tom Carroll
Ribas perdeu nas oitavas para Andy Irons, derrotado por Damien Hobgood na final.

2009 - Hurley US Open, WQS, Huntington Beach, EUA
QF: Adriano de Souza 13.1 d. Kelly Slater 10

2009 - Billabong Pro Mundaka, na Espanha
SF: Adriano de Souza 16 d. Kelly Slater 15.93

2010 - Billabong SC Pro, em Imbituba
Final: Jadson André 14.4 d. Kelly Slater 14
Foi apenas a segunda vez que Slater perdeu uma decisão para um brasileiro

2011 - Rip Curl Pro, em Bells Beach
QF: Adriano de Souza 18 d. Kelly Slater 11.24
KS perdeu em combinação.

2011 - Quiksilver Pro France, em Hossegor
QF: Gabriel Medina 16.66 d. Kelly Slater 8.6
KS perdeu em combinação.

2011 - Rip Curl Pro, em Supertubos
Final: Adriano de Souza 15.67 d. Kelly Slater 14.73

2011 - Rip Curl The Search, em Ocean Beach/San Francisco
QF: Gabriel Medina 14.5 d. Kelly Slater 11.1

2012 - Nike Us Open, Prime em Huntington Beach
SF: Miguel Pupo 16.33 d. Kelly Slater 13.33

2012 - Rip Curl Pro Portugal, em Peniche
R3: Raoni Monteiro 9.2 d. Kelly Slater 5.27

2012 - O'neil ColdWater Classic, em Steamer Lane
R5: Adriano de Souza 10.5 d. Kelly Slater 9.4

2012 - Billabong Pipeline Masters
R4: Josh Kerr 14.57, Gabriel Medina 14.1, Kelly Slater 8.1

2013 - Rip Curl Bells Beach Classic
R3: Willian Cardoso 16.66 d. Kelly Slater 14.96

2013 - Billabong Rio Pro
R4: A.Buchan 12.77, Gabriel Medina 11.4, Kelly Slater 7.33

2013 - Billabong Rio Pro
QF: Adriano de Souza 15.33 d. Kelly Slater 12.3

2013 - Quiksilver Pro France
QF: Filipe Toledo 16.37 d. Kelly Slater 11.4

2014 - Quiksilver Pro, Snapper Rocks
R4: Adriano Souza 14.87, Kelly Slater 13.77, Josh Kerr 10.77
QF: Adriano Souza 16.53 d. Kelly Slater 12.17

2014 - Billabong Pro, Teahupoo
Final: Gabriel Medina 18.96 d. Kelly Slater 18.93

2014 - Hurley Pro, Trestles
R4: JJ Florence 19.73, Adriano Souza 17.84, Kelly Slater 11.83

2014 - Quiksilver Pro France, Hossegor
R4: Miguel Pupo 12.83, Filipe Toledo 12, Kelly Slater 6.6

2014 - Billabong PipeMasters, Pipeline
R3: Aleho Muniz 15.5 d. Kelly Slater 13.1

2015 - Quik Pro, Gold Coast
R3: Ítalo Ferreira 13 d. Kelly Slater 8.77

2015 - Rip Curl Classic, Bells Beach
R4: Adriano Souza 17.46, Kelly Slater 15.93, Josh Kerr 12.43
R5: Gabriel Medina 13 d. Kelly Slater 12.53

2015 - Drug Aware, Margaret River
QF: Adriano de Souza 15.73 d. Kelly Slater 9.96

2015 - Fiji Pro, Tavarua
R1: Aleho Muniz 12.2, Kolohe Andino 11.54, Kelly Slater 11.37
R5: Ítalo Ferreira 10.97 d. Kelly Slater 7.34

2015 - JBay Open, Jeffreys Bay
R4: Gabriel Medina 12.9, Kelly Slater 12.27, Mick Fanning 9.94

2015 - Hurley Pro, Trestles
R4: Gabriel Medina 16.9, Owen Wright 16.4, Kelly Slater 8.37

2016 - Rip Curl Pro, Bells Beach
R1: Kai Otton 13.6, Alex Ribeiro 8.44, Kelly Slater 7.17

2016 - Fiji Pro, Tavarua
SF: Gabriel Medina 14.67 d. Kelly Slater 12.03

2016 - Billabong Pro, Teahupoo
R5: Bruno Santos 18.3, Kelly Slater 18.17, Adrian Buchan 8.33
Depois KS venceu a revanche nas QF e o campeonato.

2016 - Hurley Pro, Trestles
R1: Filipe Toledo 17.5, Kelly Slater 16.2, Jeremy Flores 11.87
QF: Filipe Toledo 18.37 d. Kelly Slater 15.6

2016 - MEO Rip Curl Pro, Portugal
R3: Miguel Pupo 15.43 d. Kelly Slater 14.26

2017 - Quik Pro Gold Coast, Austrália
QF: Gabriel Medina 14.33 d. Kelly Slater 13.83
R4: Gabriel Medina 15.76, K.Slater 12.07, Conner Coffin 11.17

Em baterias de quatro surfistas:

Em 1990, na primeira fase do pré-trials do Quiksilver Lacanau Pro, Flávio Padaratz ficou em primeiro, com Slater em segundo. Slater chegou à semifinal e perdeu para Curren, eventual campeão.

Em 1991, Eraldo Gueiros (atrás de Mike Latronic) eliminou Slater na última fase da triagem do Hard Rock Cafe World Cup, etapa final do antigo circuito em Sunset Beach - Slater se classificou para o primeiro WCT da história na penúltima vaga.

Em 1993, Jojó de Olivença (atrás de Shane Beschen) eliminou Slater nas oitavas-de-final do Op Pro, em Huntington Beach, com ondas de 3 pés.

Em 1994, Jojó de Olivença (atrás de Vetea David) eliminou Slater na semifinal do World Cup of Surfing, etapa final do WQS em Sunset Beach, com ondas de 4 pés.

Em 1997, Rodrigo Dornelles superou Slater no Round de 64 do US Open of Surfing, em Huntington Beach; os dois avançaram e Slater foi vice-campeão do evento.

Em 1998, Fábio Gouveia derrotou Slater nas quartas e na semifinal do Gunston 500, em Durban; Gouveia foi vice-campeão do evento, vencido por Shane Bevan.

Em 2001, no trials do Rip Curl Pro, última etapa do WCT, Raoni Monteiro (e Kekoa Bacalso) eliminaram Slater nas quartas-de-final, em ondas de 6 a 8 pés em Sunset Beach.

Em 2004, pelo WQS, Neco Padaratz superou Slater nas quartas-de-final do Snickers Australian Open, em Sydney. Os dois avançaram à final e Slater foi campeão.

Em 2012, em etapa Prime, Jessé Mendes barrou Slater nas oitavas-de-final do Vans World Cup of Surfing, em Sunset Beach (atrás de Adrian Buchan).

Em 2013, em etapa Prime, Aleho Muniz barrou Slater nas oitavas-de-final do Vans World Cup of Surfing, em Sunset Beach.



Tubo nota 9.25 de Peterson em Teahupoo, em 2002, mandou Slater e Fanning pra repescagem.

2 Comentários:

Anônimo disse...

Alguem poderia dizer se o idealizador desse blog é o joãozinho, da antiga Opeste ? Muito Bom, Parabéns tem tudo o q agenete quer saber !!!

Rafael Chaves disse...

Parabéns pelo blog.

Correção: no Rip Curl Peniche 2012 o KS perdeu para o Raoni no 3o round.