quinta-feira, janeiro 04, 2018

Brasileiros no World Tour

O número exato de brasileiros que competiram no WT em cada ano é discutível, porque muitas vezes os alternates - reservas que ficam de fora da elite por uma ou duas posições - competem em algumas etapas. Por outro lado, houve ocasiões em que um classificado não competiu plenamente por contusão (Raoni Monteiro em 2006 e 2012) ou outros motivos (Neco Padaratz/2005 ou Fábio Silva/1998).
Em 2011 a elite foi atualizada com periodicidade semestral, o que relativizou ainda mais a contagem de temporadas por surfista (na relação abaixo, meias temporadas contam como inteiras).

Os brasileiros com mais participações (1992-2018)

14 temporadas
Peterson Rosa [1993-2006]
13 temporadas
Victor Ribas [1994-2000/2002-2007]
Adriano de Souza [2006-2018]
11 temporadas
Neco Padaratz [1997-1998/2000-2005/2007-2008/2010]
10 temporadas
Fábio Gouveia [1992-1996/1999-2003]
Guilherme Herdy [1995-2004]
9 temporadas
Flávio Padaratz [1992-1996/2000-2003]
Renan Rocha [1994-1996/1998-2002/2005]
8 temporadas
Raoni Monteiro [2004-2007/2011-2014]
Jadson André [2010-2012/2014-2017]
Gabriel Medina [2011-2018]
7 temporadas
Armando Daltro [1997-2001/2003/2004]
Miguel Pupo [2011-2017]
6 temporadas
Paulo Moura [2001-2006]
Filipe Toledo [2013-2018]
5 temporadas
Jojó de Olivença [1994-1998]
Marcelo Nunes [2001-2002/2004-2006]
Aleho Muniz [2011-2014/2015]
4 temporadas
Rodrigo Dornelles [2001-2002/2007-2008]
Heitor Alves [2008-2009/2011-2012]
Ítalo Ferreira [2015-2018]


Brasileiros na elite por ano

2018 | 11
Adriano de Souza
Caio Ibelli
Filipe Toledo
Gabriel Medina
Ian Gouveia
Ítalo Ferreira
Jessé Mendes
Michael Rodrigues
Tomas Hermes
Yago Dora
Willian Cardoso

2017 | 9
2º Gabriel Medina
8º Adriano de Souza
10º Filipe Toledo
18º Caio Ibelli
22º Ítalo Ferreira
23º Ian Gouveia
25º Miguel Pupo
26º Wiggolly Dantas
32º Jadson André

2016 | 10
3º Gabriel Medina
10º Filipe Toledo
11º Adriano de Souza
15º Italo Ferreira
16º Caio Ibelli
21º Wiggolly Dantas
22º Miguel Pupo
26º Jadson André
32º Aleho Muniz
35º Alex Ribeiro

2015 | 7
1º Adriano de Souza
3º Gabriel Medina
4º Filipe Toledo
7º Italo Ferreira
15º Wiggolly Dantas
21º Jadson André
27º Miguel Pupo

2014 | 7
1º Gabriel Medina
8º Adriano de Souza
17º Filipe Toledo
19º Miguel Pupo
22º Jadson André
26º Aleho Muniz
35º Raoni Monteiro

2013 | 6
13º Adriano de Souza
14º Gabriel Medina
15º Filipe Toledo
19º Miguel Pupo
29º Aleho Muniz
34º Raoni Monteiro
Willian Cardoso competiu em 3 etapas como alternate

2012 | 7
5º Adriano de Souza
7º Gabriel Medina
17º Miguel Pupo
18º Aleho Muniz
27º Heitor Alves
28º Raoni Monteiro
32º Jadson André

2011 | 7
5º Adriano de Souza
10º Aleho Muniz
12º Gabriel Medina, entrou em setembro
18º Heitor Alves
22º Jadson André
29º Raoni Monteiro
36º Miguel Pupo, entrou em setembro

2010 | 4
10º Adriano de Souza
13º Jadson André
Marco Polo, saiu na redução em setembro
Neco Padaratz, saiu na redução em setembro

2009 | 3
5º Adriano de Souza
28º Heitor Alves
40º Jihad Kohdr

2008 | 6
7º Adriano de Souza
24º Heitor Alves
34º Leonardo Neves
34º Rodrigo Dornelles
43º Neco Padaratz
44º Jihad Kohdr

2007 | 7
19º Rodrigo Dornelles
21º Neco Padaratz
22º Leonardo Neves
28º Adriano de Souza
32º Bernardo Miranda
34º Raoni Monteiro
40º Victor Ribas

2006 | 7 a 9
20º Adriano de Souza
29º Peterson Rosa
29º Victor Ribas
35º Marcelo Nunes
37º Paulo Moura
39º Raoni Monteiro, contusão
41º Pedro Henrique
44º Yuri Sodré
Jihad Kohdr, alternate

2005 | 7 a 9
15º Victor Ribas
19º Paulo Moura
26º Peterson Rosa
28º Marcelo Nunes
32º Raoni Monteiro
44º Renan Rocha
45º Guilherme Herdy, alternate/6 etapas
46º Bernardo Miranda, alternate/5 etapas
Neco Padaratz, afastado na 6ª etapa

2004 | 8
10º Peterson Rosa
17º Paulo Moura
23º Raoni Monteiro
28º Neco Padaratz
32º Victor Ribas
33º Guilherme Herdy
36º Marcelo Nunes
41º Armando Daltro

2003 | 9
20º Guilherme Herdy
22º Victor Ribas
26º Paulo Moura
26º Peterson Rosa
28º Neco Padaratz
31º Flávio Padaratz
36º Armando Daltro
40º Danilo Costa
41º Fábio Gouveia

2002 | 10
19º Peterson Rosa
21º Neco Padaratz
27º Flávio Padaratz
33º Renan Rocha
35º Fábio Gouveia
37º Guilherme Herdy
40º Paulo Moura
44º Rodrigo Dornelles
45º Victor Ribas
46º Marcelo Nunes

2001 | 11
7º Peterson Rosa
18º Flávio Padaratz
22º Guilherme Herdy
23º Fábio Gouveia
25º Neco Padaratz
28º Renan Rocha
35º Armando Daltro
37º Joca Júnior
39º Paulo Moura
40º Rodrigo Dornelles
44º Marcelo Nunes

2000 | 9
10º Flávio Padaratz
12º Guilherme Herdy
18º Peterson Rosa
19º Renan Rocha
21º Armando Daltro
24º Fábio Gouveia
27º Neco Padaratz
32º Victor Ribas
39º Yuri Sodré

1999 | 7
3º Victor Ribas
23º Fábio Gouveia
28º Armando Daltro
30º Peterson Rosa
31º Renan Rocha
32º Guilherme Herdy
36º Christiano Spirro

1998 | 7 a 8
8º Peterson Rosa
17º Renan Rocha
33º Guilherme Herdy
37º Victor Ribas
39º Jojó de Olivença
41º Neco Padaratz
42º Armando Daltro
Fábio Silva desistiu da vaga

1997 | 7
13º Neco Padaratz
18º Peterson Rosa
25º Victor Ribas
27º Jojó de Olivença
31º Guilherme Herdy
36º Joca Júnior
41º Armando Daltro

1996 | 8
16º Jojó de Olivença
19º Guilherme Herdy
18º Victor Ribas
30º Peterson Rosa
36º Flávio Padaratz
37º Fábio Gouveia
44º Renato Wanderley
41º Renan Rocha

1995 | 9
6º Victor Ribas
17º Flávio Padaratz
18º Renan Rocha
22º Fábio Gouveia
26º Jojó de Olivença
32º Guilherme Herdy
34º Peterson Rosa
38º Ricardo Tatuí
43º Amaury Piu Pereira

1994 | 8 a 9
8º Flávio Padaratz
11º Jojó de Olivença
12º Fábio Gouveia
15º Victor Ribas
17º Peterson Rosa
22º Renan Rocha
38º Ricardo Tatuí, alternate
39º Tinguinha Lima
45º Tadeu Pereira

1993 | 3
13º Fábio Gouveia
18º Flávio Padaratz
39º Peterson Rosa
45º Ricardo Tatuí, alternate

1992 | 2
5º Fábio Gouveia
15º Flávio Padaratz



Adriano de Souza, Teahupoo

terça-feira, dezembro 19, 2017

2017 - O 2º título mundial de John John Florence


Ranking final
1. John John Florence (HAW) - 59.600
2. Gabriel Medina (SP) - 53.700
3. Julian Wilson (AUS) - 48.650
4. Jordy Smith (AFR) - 47.600
5. Matt Wilkinson (AUS) - 40.700
6. Owen Wright (AUS) - 39.850
7. Kolohe Andino (EUA) - 37.250
8. Adriano de Souza (SP) - 36.600
9. Joel Parkinson (AUS) - 36.550
10. Filipe Toledo (SP) - 35.450
11. Sebastian Zietz (HAW) - 34.450
12. Mick Fanning (AUS) - 33.000
13. Connor O´Leary (AUS) - 29.950
14. Frederico Morais (POR) - 29.900
15. Jeremy Flores (FRA) - 29.700
16. Adrian Buchan (AUS) - 27.750
17. Kanoa Igarashi (EUA) - 27.200
18. Caio Ibelli (SP) - 25.250
19. Michel Bourez (TAH) - 24.950
20. Conner Coffin (EUA) - 24.500
21. Joan Duru (FRA) - 23.400
22. Ítalo Ferreira (RN) - 22.400

Demais Top 35: Ian Gouveia, Bede Durbidge, Miguel Pupo, Wiggolly Dantas, Leonardo Fioravanti, Kelly Slater, Ezekiel Lau, Jack Freestone, Nat Young, Josh Kerr, Jadson André, Ethan Ewing, Stuart Kennedy.

Etapas
O Championship Tour do World Surf League (WSL) teve onze etapas em 2017.

1ª | Quiksilver Pro - Owen Wright (AUS)/Matt Wilkinson (AUS)
Gold Coast/Austrália – 14 a 25 de março

2ª | Drug Aware Pro - JJ Florence (HAW)/Kolohe Andino (EUA)
Margaret River, Austrália – 29 de março a 9 de abril

3ª | Rip Curl Pro - Jordy Smith (AFS)/Caio Ibelli (SP)
Bells Beach/ Austrália – 12 a 24 de abril

4ª | Rio Pro - Adriano de Souza (SP)/Adrian Buchan (AUS)
Rio de Janeiro/Brasil – 9 a 20 de maio

5ª | Fiji Pro - Matt Wilkinson (AUS)/Connor O'Leary (AUS)
Tavarua, Namotu/Fiji – 4 a 17 de junho

6ª | Corona J-Bay Open - Filipe Toledo (SP)/Frederico Morais (POR)
Jeffrey's Bay – 12 a 23 de julho

7ª | Billabong Pro - Julian Wilson (AUS)/Gabriel Medina (SP)
Teahupoo/Tahiti – 11 a 22 de agosto

8ª | Hurley Pro - Filipe Toledo (SP)/Jordy Smith (AFS)
Trestles,California/EUA – 6 a 17 de setembro

9ª | Quiksilver Pro France - Gabriel Medina (SP)/Sebastian Zietz (HAW)
South West Coast/França – 7 a 18 de outubro

10ª | Rip Curl Pro Portugal - Gabriel Medina (SP)/Julian Wilson (AUS)
Peniche/Portugal – 20 a 31 de outubro

11ª | Billabong PipeMasters - Jeremy Flores (FRA)/JJ Florence (HAW)
Pipeline/Hawaii - 8 a 20 de dezembro

segunda-feira, dezembro 18, 2017

Derrotas de Kelly Slater para brasileiros

Quantas vezes o atual unodecacampeão mundial perdeu para brasileiros? O Datasurfe registra 61 derrotas de Slater, ao longo de 27 anos, para 21 'brazos' diferentes: Fábio Gouveia, Flávio Padaratz, Jojó de Olivença, Ricardo Tatuí, Victor Ribas, Peterson Rosa, Neco Padaratz, Armando Daltro, Eraldo Gueiros, Raoni Monteiro, Rodrigo Dornelles, Adriano de Souza, Jadson André, Gabriel Medina, Miguel Pupo, Jessé Mendes, Willian Cardoso, Filipe Toledo, Aleho Muniz, Ítalo Ferreira, Alex Ribeiro e Bruno Santos.

A maioria foi pelo WT, mas algumas foram pelo WQS ou pelo antigo circuito mundial (em 1990 e 91). Nem todas valeram eliminação, por ser nos round 1 ou 4 do WT, ou em baterias de quatro competidores pelo WQS. Flávio Padaratz, Jadson André, Mineiro e Medina venceram KS em finais de WT.

Gouveia, Ribas, Mineiro, Medina, Filipe Toledo e Miguel Pupo derrotaram KS mais de uma vez em baterias homem-a-homem. Mineiro é o recordista em vitórias: 11; Medina venceu 8.

1993 - Gunston 500
Oitavas: Fábio Gouveia d. Kelly Slater
A bateria foi em ondas de 3 a 4 pés e a vitória foi por menos de meio ponto (28.84 a 28.49). Depois Gouveia perdeu para Shane Beschen e Gary Elkerton venceu o evento.

1993 - Alternativa Surf, Barra da Tijuca (RJ)
QF: Fábio Gouveia d. Kelly Slater
Gouveia depois perdeu a final para Dave Macaulay.

1994 - Reunion Pro, Saint Leu, Ilhas Reunião
Oitavas: Jojó de Olivença d. Kelly Slater
Jojó depois foi derrotado por Sunny Garcia na final

1994 - Rip Curl Pro Landes, Hossegor/França
Final: Flávio Padaratz d. Kelly Slater
A bateria foi em ondas perfeitas de 3 a 4 pés.

1994 - Quiksilver Surfmasters, Biarritz/França
R3: Ricardo Tatuí d. Kelly Slater
O evento teve ondas de 2 pés. Tatuí depois derrotou Jeff Booth na final.

1995 - Marui Pro, Chiba/Japão
R1: Fábio Gouveia d. Kelly Slater e Satoshi Sekino
Depois Gouveia foi eliminado no 3º round; Rob Machado venceu o evento.

1995 - Quiksilver Surfmasters, Biarritz/França
QF: Victor Ribas d. Kelly Slater
Depois Ribas perdeu para Derek Ho na semi e Sunny Garcia venceu o evento.

1999 - Gotcha Pro, Huntington Beach/EUA
QF: Fábio Gouveia d. Kelly Slater
Victor Ribas também derrotou Slater, na 1ª fase. Na final, Neco Padaratz venceu Gouveia na primeira final brasileira do WCT.

1999 - Quiksilver Pro Fiji
SF: Victor Ribas d. Kelly Slater.
Ribas depois perdeu a final para Mark Occhilupo.

2000 - Billabong Pro, Trestles (EUA)
R1: Armando Daltro d. Kelly Slater e CJ Hobgood

2002 - Billabong Pro, Teahupoo/Tahiti
R1: Peterson Rosa d. Kelly Slater e Mick Fanning
Em ondas de 8 a 10 pés, Peterson fez a maior pontuação do dia; Slater teve a lycra da competição arrancada durante um caldo. Depois Peterson perdeu para Trent Munro nas quartas e Andy Irons venceu o evento.

2003 - Billabong Pro J-Bay
R1: L.Stedman 14.67; Neco Padaratz 14.44; Slater 11.87
Na final, Slater derrotou Damien Hobgood.

2004 - Quiksilver Pro Tavarua
R1: Victor Ribas d. Kelly Slater e Tom Carroll
Ribas perdeu nas oitavas para Andy Irons, derrotado por Damien Hobgood na final.

2009 - Hurley US Open, WQS, Huntington Beach, EUA
QF: Adriano de Souza 13.1 d. Kelly Slater 10

2009 - Billabong Pro Mundaka, na Espanha
SF: Adriano de Souza 16 d. Kelly Slater 15.93

2010 - Billabong SC Pro, em Imbituba
Final: Jadson André 14.4 d. Kelly Slater 14
Foi apenas a segunda vez que Slater perdeu uma decisão para um brasileiro

2011 - Rip Curl Pro, em Bells Beach
QF: Adriano de Souza 18 d. Kelly Slater 11.24
KS perdeu em combinação.

2011 - Quiksilver Pro France, em Hossegor
QF: Gabriel Medina 16.66 d. Kelly Slater 8.6
KS perdeu em combinação.

2011 - Rip Curl Pro, em Supertubos
Final: Adriano de Souza 15.67 d. Kelly Slater 14.73

2011 - Rip Curl The Search, em Ocean Beach/San Francisco
QF: Gabriel Medina 14.5 d. Kelly Slater 11.1

2012 - Nike Us Open, Prime em Huntington Beach
SF: Miguel Pupo 16.33 d. Kelly Slater 13.33

2012 - Rip Curl Pro Portugal, em Peniche
R3: Raoni Monteiro 9.2 d. Kelly Slater 5.27

2012 - O'neil ColdWater Classic, em Steamer Lane
R5: Adriano de Souza 10.5 d. Kelly Slater 9.4

2012 - Billabong Pipeline Masters
R4: Josh Kerr 14.57, Gabriel Medina 14.1, Kelly Slater 8.1

2013 - Rip Curl Bells Beach Classic
R3: Willian Cardoso 16.66 d. Kelly Slater 14.96

2013 - Billabong Rio Pro
R4: A.Buchan 12.77, Gabriel Medina 11.4, Kelly Slater 7.33

2013 - Billabong Rio Pro
QF: Adriano de Souza 15.33 d. Kelly Slater 12.3

2013 - Quiksilver Pro France
QF: Filipe Toledo 16.37 d. Kelly Slater 11.4

2014 - Quiksilver Pro, Snapper Rocks
R4: Adriano Souza 14.87, Kelly Slater 13.77, Josh Kerr 10.77
QF: Adriano Souza 16.53 d. Kelly Slater 12.17

2014 - Billabong Pro, Teahupoo
Final: Gabriel Medina 18.96 d. Kelly Slater 18.93

2014 - Hurley Pro, Trestles
R4: JJ Florence 19.73, Adriano Souza 17.84, Kelly Slater 11.83

2014 - Quiksilver Pro France, Hossegor
R4: Miguel Pupo 12.83, Filipe Toledo 12, Kelly Slater 6.6

2014 - Billabong PipeMasters, Pipeline
R3: Aleho Muniz 15.5 d. Kelly Slater 13.1

2015 - Quik Pro, Gold Coast
R3: Ítalo Ferreira 13 d. Kelly Slater 8.77

2015 - Rip Curl Classic, Bells Beach
R4: Adriano Souza 17.46, Kelly Slater 15.93, Josh Kerr 12.43
R5: Gabriel Medina 13 d. Kelly Slater 12.53

2015 - Drug Aware, Margaret River
QF: Adriano de Souza 15.73 d. Kelly Slater 9.96

2015 - Fiji Pro, Tavarua
R1: Aleho Muniz 12.2, Kolohe Andino 11.54, Kelly Slater 11.37
R5: Ítalo Ferreira 10.97 d. Kelly Slater 7.34

2015 - JBay Open, Jeffreys Bay
R4: Gabriel Medina 12.9, Kelly Slater 12.27, Mick Fanning 9.94

2015 - Hurley Pro, Trestles
R4: Gabriel Medina 16.9, Owen Wright 16.4, Kelly Slater 8.37

2016 - Rip Curl Pro, Bells Beach
R1: Kai Otton 13.6, Alex Ribeiro 8.44, Kelly Slater 7.17

2016 - Fiji Pro, Tavarua
SF: Gabriel Medina 14.67 d. Kelly Slater 12.03

2016 - Billabong Pro, Teahupoo
R5: Bruno Santos 18.3, Kelly Slater 18.17, Adrian Buchan 8.33
Depois KS venceu a revanche nas QF e o campeonato.

2016 - Hurley Pro, Trestles
R1: Filipe Toledo 17.5, Kelly Slater 16.2, Jeremy Flores 11.87
QF: Filipe Toledo 18.37 d. Kelly Slater 15.6

2016 - MEO Rip Curl Pro, Portugal
R3: Miguel Pupo 15.43 d. Kelly Slater 14.26

2017 - Quik Pro Gold Coast, Austrália
QF: Gabriel Medina 14.33 d. Kelly Slater 13.83
R4: Gabriel Medina 15.76, K.Slater 12.07, Conner Coffin 11.17

2017 - Billabong Pipemasters, Pipeline
R5: Gabriel Medina 17.97 d. Kelly Slater 9.16

Em baterias de quatro surfistas:

Em 1990, na primeira fase do pré-trials do Quiksilver Lacanau Pro, Flávio Padaratz ficou em primeiro, com Slater em segundo. Slater chegou à semifinal e perdeu para Curren, eventual campeão.

Em 1991, Eraldo Gueiros (atrás de Mike Latronic) eliminou Slater na última fase da triagem do Hard Rock Cafe World Cup, etapa final do antigo circuito em Sunset Beach - Slater se classificou para o primeiro WCT da história na penúltima vaga.

Em 1993, Jojó de Olivença (atrás de Shane Beschen) eliminou Slater nas oitavas-de-final do Op Pro, em Huntington Beach, com ondas de 3 pés.

Em 1994, Jojó de Olivença (atrás de Vetea David) eliminou Slater na semifinal do World Cup of Surfing, etapa final do WQS em Sunset Beach, com ondas de 4 pés.

Em 1997, Rodrigo Dornelles superou Slater no Round de 64 do US Open of Surfing, em Huntington Beach; os dois avançaram e Slater foi vice-campeão do evento.

Em 1998, Fábio Gouveia derrotou Slater nas quartas e na semifinal do Gunston 500, em Durban; Gouveia foi vice-campeão do evento, vencido por Shane Bevan.

Em 2001, no trials do Rip Curl Pro, última etapa do WCT, Raoni Monteiro (e Kekoa Bacalso) eliminaram Slater nas quartas-de-final, em ondas de 6 a 8 pés em Sunset Beach.

Em 2004, pelo WQS, Neco Padaratz superou Slater nas quartas-de-final do Snickers Australian Open, em Sydney. Os dois avançaram à final e Slater foi campeão.

Em 2012, em etapa Prime, Jessé Mendes barrou Slater nas oitavas-de-final do Vans World Cup of Surfing, em Sunset Beach (atrás de Adrian Buchan).

Em 2013, em etapa Prime, Aleho Muniz barrou Slater nas oitavas-de-final do Vans World Cup of Surfing, em Sunset Beach.



Tubo nota 9.25 de Peterson em Teahupoo, em 2002, mandou Slater e Fanning pra repescagem.

Retrospecto brasileiro em Pipeline


Renan Rocha, Pipe 2005

Três brasileiros já disputaram a final do Pipemasters: Adriano de Souza, campeão em 2015, Gabriel Medina, vice em 2014 e 2015 (ambos pelo World Tour da WSL/ASP); e Pepê Lopes, sexto em 1976, pela IPS, em bateria de seis competidores. Outros cinco chegaram às semifinais: Ian Gouveia (2017), Paulo Moura (2004), Renan Rocha (2000), Guilherme Herdy (1996) e Peterson Rosa (1994). Alguns eventos anteriores a 2007 tiveram baterias de quatro competidores.

2017 9 brasileiros: Ian Gouveia (SF, perdeu para JJ Florence), Gabriel Medina, Ítalo Ferreira (QF), Caio Ibelli (R5), Miguel Pupo, Adriano de Souza (R3), Jadson André, Filipe Toledo, Wiggolly Dantas (R2).
Final: Jeremy Flores d. JJ Florence

2016 9 brasileiros: Filipe Toledo (R5, perdeu para Michel Bourez), Wiggolly Dantas, Miguel Pupo, Ítalo Ferreira, Gabriel Medina, Adriano de Souza, Alex Ribeiro (R3), Caio Ibelli, Jadson André (R2).
Final: Michel Bourez d. Kanoa Igarashi

2015 7 brasileiros: Adriano de Souza (campeão, derrotou Gabriel Medina na final), Ítalo Ferreira, Filipe Toledo (R3), Miguel Pupo, Jadson André, Wiggolly Dantas (R2).
Final: Adriano de Souza d. Gabriel Medina

2014 6 brasileiros: Gabriel Medina (vice, perdeu para Julian Wilson), Filipe Toledo, Alejo Muniz (QF), Jadson André, Miguel Pupo (R3), Raoni Monteiro (R2).
Final: Julian Wilson d. Gabriel Medina

2013 8 brasileiros: Miguel Pupo (QF, perdeu para Joel Parkinson), Gabriel Medina, Adriano de Souza (R3), Filipe Toledo, Jadson André, Alejo Muniz (R2), Raoni Monteiro, Ricardo dos Santos (R1).
Final: Kelly Slater d. JJ Florence

2012 6 brasileiros: Gabriel Medina (R5, perdeu para Yadin Nicol), Miguel Pupo (para Kelly Slater), Adriano de Souza (R3), Alejo Muniz, Ricardo dos Santos, Heitor Alves (R2), Jadson André (R1).
Final: Joel Parkinson d. Josh Kerr

2011 6 brasileiros: Gabriel Medina (QF, perdeu para Kieren Perrow), Adriano de Souza (R2), Miguel Pupo, Raoni Monteiro, Jadson André (R2), Willian Cardoso (R1).
Final: Kieren Perrow d. Joel Parkinson

2010 3 brasileiros: Adriano de Souza (R3, perdeu para Kieren Perrow), Jadson André (para Damien Hobgood), Heitor Alves (R2).
Final: Jeremy Flores d. Kieren Perrow

2009 3 brasileiros: Adriano de Souza (R3, perdeu para Flynn Novak), Heitor Alves (R2), Jihad Khodr (R1).
Final: Taj Burrow d. Kelly Slater

2008 5 brasileiros: Adriano de Souza (R4, perdeu para Adrian Buchan), Heitor Alves, Leonardo Neves (R2), Rodrigo Dornelles, Jihad Khodr (R1).
Final: Kelly Slater d. Chris Ward

2007 7 brasileiros: Neco Padaratz (R5, perdeu para Taj Burrow), Bernardo Miranda, Rodrigo Dornelles (R4), Victor Ribas, Raoni Monteiro, Adriano de Souza (R3), Leonardo Neves (R2).
Final: Bede Durbidge d. Dean Morrison

2006 8 brasileiros: Bruno Santos (QF, perdeu para Chris Ward e Cory Lopez), Peterson Rosa (R3), Paulo Moura, Marcelo Nunes, Pedro Henrique, Yuri Sodre (R2), Victor Ribas, Adriano de Souza (R1).
Final: Andy Irons, Kelly Slater, Cory Lopez, Rob Machado

2005 8 brasileiros: Victor Ribas, Bruno Santos (R3, perderam para Damien Hobgood e Lee Winkler), Paulo Moura (para Andy Irons e Luke Egan), Raoni Monteiro, Marcelo Nunes, Bernardo Miranda, Renan Rocha, Peterson Rosa (R2).
Final: Andy Irons, Mick Fanning, Bruce Irons, Kalani Chapman

2004 9 brasileiros: Paulo Moura (SF, perdeu para Kalani Robb e Sunny Garcia), Neco Padaratz, Peterson Rosa, Raoni Monteiro (R3), Guilherme Herdy, Victor Ribas, Bruno Santos, Marcelo Nunes, Armando Daltro (R2).
Final: Jamie O'Brien, Sunny Garcia, Kalani Robb, Bruce Irons,

2003 8 brasileiros: Victor Ribas (R3, perdeu para Joel Parkinson e Pancho Sullivan), Fábio Gouveia (para Luke Hitchings e Shea Lopez), Guilherme Herdy, Peterson Rosa (para Andy Irons e Marcus Hickman), Paulo Moura (para Kalani Robb e Derek Ho), Neco Padaratz (para Cory Lopez e Bruce Irons), Flávio Padaratz, Danilo Costa (R2).
Final: Andy Irons, Joel Parkinson, Phil Macdonald, Kelly Slater

2002 10 brasileiros: Flávio Padaratz (R4, perdeu para Damien Hobgood e Taj Burrow), Fábio Gouveia, Renan Rocha, Paulo Moura (R3), Marcelo Nunes, Guilherme Herdy, Victor Ribas, Rodrigo Dornelles, Neco Padaratz, Peterson Rosa (R2).
Final: Andy Irons, Shane Dorian, Kelly Slater, Mick Fanning

2001 Invitational - Renan Rocha chegou às quartas-de-final (perdeu para Kelly Slater e Luke Egan).
Final: Bruce Irons, Kelly Slater, CJ Hobgood, Jamie O'Brien

2000 9 brasileiros: Renan Rocha (SF, perdeu para Rob Machado), Guilherme Herdy (QF), Peterson Rosa (R3), Neco Padaratz, Armando Daltro (R2), Flávio Padaratz, Victor Ribas, Fábio Gouveia, Yuri Sodré (R1).
Final: Rob Machado d. Mick Lowe

1999 6 brasileiros: Victor Ribas (QF, perdeu para Kelly Slater), Fábio Gouveia (R4), Armando Daltro, Renan Rocha, Guilherme Herdy, Crhistiano Spirro (R1).
Final: Kelly Slater d. Shane Wehner

1997 8 brasileiros: Fábio Silva (R4, perdeu para Shane Dorian), Renan Rocha, Victor Ribas (R2), Armando Daltro, Jojó de Olivença, Fábio Gouveia, Peterson Rosa, Guilherme Herdy (R1).
Final: Johnny Gomes d. Michael Ho

1996 7 brasileiros: Guilherme Herdy (SF, perdeu para Kelly Slater), Flávio Padaratz (R3), Jojó de Olivença (R2), Renan Rocha, Peterson Rosa, Victor Ribas, Fábio Gouveia (R1).
Final: Kelly Slater d. Sunny Garcia

1995 11 brasileiros: Guilherme Herdy (R3, perdeu para Mike Parsons), Jojó de Olivença (para Rob Machado), Peterson Rosa (para Matt Hoy), Pedro Muller (para Shane Dorian), Fábio Nunes (para Derek Ho), Renan Rocha, Victor Ribas, Flávio Padaratz, Fábio Gouveia (R2), Piu Pereira, Ricardo Tatuí (R1).
Final: Kelly Slater d. Mark Occhilupo

1994 9 brasileiros: Peterson Rosa (SF, perdeu para Kelly Slater e Sunny Garcia), Fábio Gouveia, Renan Rocha (QF), Jojó de Olivença, Flávio Padaratz (R3), Tadeu Pereira, Tinguinha Lima, Victor Ribas, Ricardo Tatuí (R2).
Final: Kelly Slater, Vetea David, Sunny Garcia, Ross Williams

1993 4 brasileiros: Fábio Gouveia (QF, perdeu para Larry Rios e Gary Elkerton), Flávio Padaratz (R3), Ricardo Tatuí, Peterson Rosa (R2).
Final: Derek Ho d. Kelly Slater

1992 3 brasileiros: Victor Ribas (R3, perdeu para Dave Macaulay e Simon Law), Fábio Gouveia (para John Gomes e Derek Ho), Flávio Padaratz (R2).
Final: Kelly Slater, Sunny Garcia, Liam MacNamara, Barton Lynch

Até 1991, último ano do antigo circuito mundial (pré-WCT), o Pipemasters era precedido por uma triagem, que costumava incluir muitos brasileiros. O levantamento a seguir inclui apenas os que chegaram ao evento principal.

1991 3 brasileiros no evento principal: Renan Rocha (R2, perdeu para Gary Elkerton e Luke Egan), Fábio Gouveia (para Satoshi Sekino e Derek Ho), Flávio Padaratz (R1).
Final: Tom Carrol, Derek Ho, Glen Winton, Damien Hardman

1990 2 brasileiros no evento principal: Fábio Gouveia (R2, perdeu para Marty Thomas e Rob Bain), Flávio Padaratz (para Derek Ho e Vetea David).
Final: Tom Carroll, Jeff Booth, Ross Clark Jones, Richard Marsh

1988 1 brasileiro no evento principal: Rodolfo Lima (R2, perdeu para Rob Page e Gary Elkerton).
Final: Rob Page, Damien Hardman, Tom Curren, Glen Winton

1976 - Finalista: Pepê Lopes, sexto colocado. Rory Russell foi o campeão.

quarta-feira, outubro 25, 2017

Retrospecto brasileiro no WT em Portugal

Desde o retorno do tour principal ao litoral lusitano, em 2009, Peniche sediou oito etapas do WT. Os melhores resultados foram as vitórias de Adriano de Souza/2011, Felipe Toledo/2015 e Gabriel Medina/2017.

2017 9 brasileiros: Gabriel Medina (campeão, derrotou Julian Wilson), Miguel Pupo (QF), Ítalo Ferreira, Adriano de Souza, Caio Ibelli (R3), Felipe Toledo, Jadson André, Ian Gouveia, Wiggolly Dantas (R2).

2016 10 brasileiros: Adriano de Souza (QF, perdeu para Kolohe Andino), Miguel Pupo (para Conner Coffin), Wiggolly Dantas, Jadson André, Caio Ibelli, Gabriel Medina, Ítalo Ferreira, Felipe Toledo (R3), Alex Ribeiro, Aleho Muniz (R2).

2015 9 brasileiros: Felipe Toledo (campeão, derrotou Ítalo Ferreira na final), Gabriel Medina (QF), Adriano de Souza, Caio Ibelli (R3), Tomas Hermes, Wiggolly Dantas, Jadson André, Miguel Pupo (R2).

2014 7 brasileiros: Adriano de Souza (QF, perdeu para Jordy Smith), Filipe Toledo (para Mick Fanning), Jadson André, Gabriel Medina, Miguel Pupo, Alejo Muniz (R3), Raoni Monteiro (R2).
Final: Mick Fanning d. Jordy Smith

2013 6 brasileiros: Miguel Pupo (R5, perdeu para Jordy Smith), Alejo Muniz, Adriano de Souza, Filipe Toledo (R3), Gabriel Medina, Raoni Monteiro (R2).
Final: Kai Otton d. Nat Young

2012 7 brasileiros: Gabriel Medina (vice, perdeu para Julian Wilson na final), Adriano de Souza (SF), Raoni Monteiro (R5), Alejo Muniz (R3), Jadson André, Miguel Pupo, Heitor Alves (R2).

2011 8 brasileiros: Adriano de Souza (campeão, derrotou Kelly Slater na final), Heitor Alves (QF), Gabriel Medina (R3), Bruno Santos, Alejo Muniz, Raoni Monteiro, Jadson André, Miguel Pupo (R2).

2010 3 brasileiros: Jadson André (R5, perdeu para Patrick Gudauskas), Bruno Santos, Adriano de Souza (R2).
Final: Kelly Slater d. Jordy Smith

2009 4 brasileiros: Adriano de Souza (R3, perdeu para Tim Reyes), Heitor Alves, Bruno Santos, Jihad Khodr (R2).
Final: Mick Fanning d. Bede Durbidge

Antes, Portugal recebeu outras cinco etapas do WCT entre 1996 e 2002. Os melhores resultados foram as semifinais de Neco Padaratz e Guilherme Herdy, ambas em 1997, em eventos consecutivos.

2002 10 brasileiros: Fábio Gouveia, Guilherme Herdy, Peterson Rosa (R4), Flávio Padaratz, Neco Padaratz, Renan Rocha (R3), Marcelo Nunes, Rodrigo Dornelles, Victor Ribas, Paulo Moura (R2). Evento encerrado no R4 por falta de ondas.

2000 9 brasileiros: Flávio Padaratz (QF, perdeu para Sunny Garcia), Renan Rocha (para Richard Lovett), Neco Padaratz (R4), Yuri Sodré, Fábio Gouveia, Peterson Rosa (R3), Guilherme Herdy, Victor Ribas, Armando Daltro (R2).
Final: Rob Machado d. Taj Burrow

1997 8 brasileiros: Neco Padaratz (SF, perdeu para Luke Egan), Jojó de Olivença (QF), Guilherme Herdy, Peterson Rosa, Victor Ribas (R3), Fábio Silva, Armando Daltro, Joca Júnior (R2).
Final: Michael Campbell d. Luke Egan

1997 8 brasileiros: Guilherme Herdy (SF), Peterson Rosa (R4), Neco Padaratz, Jojó de Olivença (R3), Fábio Silva, Armando Daltro, Victor Ribas, Joca Júnior (R2).
Final: Shane Powell d. Rob Machado

1996 8 brasileiros: Guilherme Herdy (R4, perdeu para Sunny Garcia), Peterson Rosa (para Shane Powell), Jojó de Olivença (para Simon Law), Renato Wanderley (R3), Victor Ribas, Renan Rocha, Flávio Padaratz, Fábio Gouveia (R2).
Final: Matt Hoy d. Shane Dorian

Antes da criação do WT, houve duas etapas pelo antigo circuito mundial - campeonatos precedidos por triagens, nas quais competiam dezenas de brasileiros. As duas tiveram representantes brasileiros no evento principal.

1990 3 brasileiros: Fábio Gouveia (R2, perdeu para Sunny Garcia), Peterson Rosa (para Dave Macaulay), Flávio Padaratz (R1).
Final: Tom Curren d. Todd Holland

1989 2 brasileiros: Fábio Gouveia (QF, perdeu para Greg Anderson), Flávio Padaratz (R2).
Final: Rob Bain d. Glen Winton

sábado, outubro 14, 2017

Vitórias brasileiras no Circuito Mundial/WCT

Treze brasileiros venceram 36 eventos da 1ª divisão do surfe mundial entre 1976 e 2017. Foram duas conquistas pelo antigo Circuito da IPS (em 1976 e 1977); quatro pelo da ASP (em 1990 e 1991); e as outras 30 pelo atual WT (1992-2017).

Vitórias no WT por surfista
9 - Gabriel Medina
7 - Adriano de Souza
5 - Filipe Toledo
4 - Fábio Gouveia
2 - Flávio Padaratz, Neco Padaratz
1 - Pepê Lopes, Daniel Friedman, Ricardo Tatuí, Victor Ribas, Peterson Rosa, Bruno Santos, Jadson André

1ª - 1976 - Waimea 5000, Rio de Janeiro - Pepê Lopes
2ª - 1977 - Waimea 5000, Rio de Janeiro - Daniel Friedman
3ª - 1990 - Hang Loose Pro Contest, Guarujá - Fábio Gouveia
4ª - 1991 - Arena Surfmasters, Biarritz - Fábio Gouveia
5ª - 1991 - Alternativa Pro, Rio de Janeiro - Flávio Padaratz
6ª - 1991 - World Cup, Sunset Beach - Fábio Gouveia
7ª - 1992 - Marui Pro, Chiba - Fábio Gouveia
8ª - 1994 - Rip Curl Pro Landes, Hossegor - Flávio Padaratz
9ª - 1994 - Quiksilver Surfmasters, Biarritz - Ricardo Tatuí
10ª - 1995 - Gotcha Lacanau Pro, França - Victor Ribas
11ª - 1998 - Rio Marathon Surf, Rio de Janeiro - Peterson Rosa
12ª - 1999 - Gotcha Pro, Huntington Beach - Neco Padaratz
13ª - 2002 - Quiksilver Pro, Hossegor - Neco Padaratz
14ª - 2008 - Billabong Pro, Teahupoo - Bruno Santos
15ª - 2009 - Billabong Pro, Mundaka - Adriano de Souza
16ª - 2010 - Billabong Pro, Imbituba - Jadson André
17ª - 2011 - Billabong Pro, Rio de Janeiro - Adriano de Souza
18ª - 2011 - Quiksilver Pro, Hossegor - Gabriel Medina
19ª - 2011 - Rip Curl Pro, Portugal - Adriano de Souza
20ª - 2011 - Rip Curl Search, San Francisco - Gabriel Medina
21ª - 2013 - Rip Curl Classic, Bells Beach - Adriano de Souza
22ª - 2014 - Quiksilver Pro, Snapper Rocks - Gabriel Medina
23ª - 2014 - Fiji Pro, Tavarua - Gabriel Medina
24ª - 2014 - Teahupoo Pro, Tahiti - Gabriel Medina
25ª - 2015 - Quiksilver Pro, Gold Coast - Filipe Toledo
26ª - 2015 - Drug Aware Pro, Margaret River - Adriano de Souza
27ª - 2015 - Rio Pro, Barra da Tijuca - Filipe Toledo
28ª - 2015 - Quik Pro, Hossegor Gabriel Medina
29ª - 2015 - Moche Pro, Peniche - Filipe Toledo
30ª - 2015 - Pipemasters, Pipeline - Adriano de Souza
31ª - 2016 - Fiji Pro, Tavarua - Gabriel Medina
32ª - 2017 - Rio Pro, Saquarema - Adriano de Souza
33ª - 2017 - Corona Open, JBay - Filipe Toledo
34ª - 2017 - Hurley Pro - Filipe Toledo
35ª - 2017 - Quik Pro, Hossegor Gabriel Medina
36ª - 2017 - Rip Curl Pro, Peniche Gabriel Medina

Todas as decisões de WT com brasileiros

Desde a criação do WT em 1992, houve 57 finais de campeonato do WT, envolvendo 16 brasileiros diferentes:

Total de participações em finais de WT:
17 - Gabriel Medina
13 - Adriano de Souza
5 - Filipe Toledo
3 - Fábio Gouveia, Peterson Rosa, Victor Ribas, Neco Padaratz
2 - Jojó de Olivença, Flávio Padaratz, Guilherme Herdy, Jadson André
1 - Ricardo Tatuí, Armando Daltro, Bruno Santos, Ítalo Ferreira, Caio Ibelli

Apenas nove dessas decisões foram no Brasil.
Em 30 delas o brasileiro sagrou-se campeão.
Três foram entre dois brasileiros: Neco Padaratz e Fábio Gouveia em Huntington/1999; Felipe Toledo e Ítalo Ferreira em Peniche/2015; e Adriano de Souza e Gabriel Medina em Pipeline/2015.
Oito tiveram a presença de Kelly Slater e quatro ele perdeu (para Flávio Padaratz em 1994, Jadson André em 2010, Adriano de Souza em 2011 e Gabriel Medina em 2014).
Em 2011 foi alcançado um feito inédito: quatro vitórias na mesma temporada, três delas seguidas.
Em 2015, novos recordes: 9 finais com brasileiros em uma temporada, incluindo duas entre brasileiros, e seis vitórias.
A lista:

2017 - 7
Bells - Jordy Smith 18.9 d. Caio Ibelli 17.46
Saquarema - Adriano de Souza 17.63 d. Adrian Buchan 17.23
Jeffreys Bay - Filipe Toledo 18 d. Frederico Moraes 17.73
Teahupoo - Julian Wilson 18.96 d. Gabriel Medina 17.87
Trestles - Filipe Toledo 15.67 d. Jordy Smith 9.8
Hossegor - Gabriel Medina 16 d. Sebastian Zietz 9.3
Peniche - Gabriel Medina 13.26 d. Julian Wilson 10.94

2016 - 2
Fiji - Gabriel Medina 15.6 d. Matt Wilkinson 6.34
Hossegor - Keanu Asing 13.94 d. Gabriel Medina 7

2015 - 9
Pipeline - Adriano de Souza 10.07 d. Gabriel Medina 8.5
Peniche - Filipe Toledo 17.83 d. Ítalo Ferreira 17.13
Hossegor - Gabriel Medina 17.5 d. Bede Durbidge 9.44
Trestles - Mick Fanning 17.4 d. Adriano de Souza 16.44
Teahupoo - Jeremy Flores 16.87 d. Gabriel Medina 13.2
B. Tijuca - Filipe Toledo 19.87 d. Bede Durbidge 13.7
Margaret River - Adriano de Souza 17.53 d. JJ Florence 16.87
Bells - Mick Fanning 15.27 d. Adriano de Souza 15.27
Gold Coast - Filipe Toledo 19.6 d. Julian Wilson 14.7

2014 - 5
Pipeline - Julian Wilson 19.63 d. Gabriel Medina 19.2
Hossegor - JJ Florence 16 d. Jadson André 4.57
Teahupoo - Gabriel Medina 18.96 d. Kelly Slater 18.93
Tavarua - Gabriel Medina 18.4 d. Nat Young 14.77
Snapper Rocks - Gabriel Medina 16.33 d. Joel Parkinson 16.27

2013 - 3
Bells Beach - Adriano de Souza 16.26 d. Nat Young 15.83
Rio de Janeiro - Jordy Smith 17.8 d. Adriano de Souza 16.34
França - Mick Fanning 16.66 d. Gabriel Medina 15

2012 - 3
Peniche - Julian Wilson 16.26 d. Gabriel Medina 15.37
Fiji - Kelly Slater 18.16 d. Gabriel Medina 10.87
Gold Coast - Taj Burrow 15.86 d. Adriano de Souza 15.6

2011 - 4
Rio de Janeiro - Adriano de Souza 15.63 d. Taj Burrow 12.17
Hossegor - Gabriel Medina 17 d. Julian Wilson 16.1
Portugal - Adriano de Souza 15.67 d. Kelly Slater 14.73
San Francisco - Gabriel Medina 16.5 d. Joel Parkinson 10.9

2010 - 1
Imbituba - Jadson André 14.4 d. Kelly Slater 14

2009 - 3
Gold Coast - Joel Parkinson 18.83 d. Adriano de Souza 11.3
Imbituba - Kelly Slater 17.94 d. Adriano de Souza 14.67
Mundaka - Adriano de Souza 16.4 d. Chris Davidson 11.83

2008 - 1
Teahupoo - Bruno Santos 9.16 d. Manoa Drollet 6.83

2005 - 1
Imbituba - Damien Hobgood 12.3 d. Victor Ribas 11.5

2002 - 2
Hossegor - Neco Padaratz 23.85 d. Andy Irons 23.25
Mundaka - Andy Irons 22.75 d. Neco Padaratz 21.75

2000 - 4
Bells Beach - Sunny Garcia 23.05 d. Flávio Padaratz 21
Tavarua - Luke Egan 19.15 d. Guilherme Herdy 18
Jeffrey's Bay - Jake Paterson 23.5 d. Peterson Rosa 15.5
Lacanau - Rob Machado 20.85 d. Armando Daltro 17

1999 - 3
Tavarua - Mark Occhilupo 20.25 d. Victor Ribas 18.5
Huntington - Neco Padaratz 22.5 d. Fábio Gouveia 19.25
Mundaka - Mark Occhilupo 19.9 d. Guilherme Herdy 14.5

1998 - 1
Rio de Janeiro - Peterson Rosa 28.85 d. Michael Campbell 27.4

1997 - 1
Gold Coast - Kelly Slater 35.8 d. Peterson Rosa 27.45

1996 - 1
Biarritz - Kelly Slater 30.4 d. Jojó de Olivença 22.95

1995 - 1
Lacanau - Victor Ribas 30.67 d. Todd Holland 26.6

1994 - 3
Saint Leu - Sunny Garcia 26.67 d. Jojó de Olivença 25.68
Hossegor - Flávio Padaratz 29.46 d. Kelly Slater 28.77
Biarritz - Ricardo Tatuí 26.64 d. Jeff Booth 23.26

1993 - 1
Rio de Janeiro - Dave Macaulay 28.2 d. Fábio Gouveia 21.2

1992 - 1
Marui - Fábio Gouveia 25.3 d. Jeff Booth 18.6

Antes da criação do WCT, entre 1976 e 1991, houve doze finais no circuito mundial com a participação de sete brasileiros. Apenas uma foi entre conterrâneos (Daniel Friedman e Pepê Lopes, em 1977).

Total de participações em finais na era pré-WCT:
3 - Fábio Gouveia, Flávio Padaratz, Pepê Lopes
1 - Daniel Friedman, Ismael Miranda, Valdir Vargas, Roberto Valério

1991 - 3
Biarritz - Fábio Gouveia d. Martin Potter
Rio de Janeiro - Flávio Padaratz d. Sunny Garcia
Sunset - Fábio Gouveia, Richie Collins, ...

1990 - 2
Rio de Janeiro - Brad Gerlach d. Flávio Padaratz
Guarujá - Fábio Gouveia d. Matt Hoy

1989 - 1
Durban - Brad Gerlach d. Flávio Padaratz

1982 - 1
Rio de Janeiro - Terry Richardson d. Roberto Valério

1981 - 1
Rio de Janeiro - Cheyne Horan d. Valdir Vargas

1980 - 1
Rio de Janeiro - Joey Buran d. Ismael Miranda

1977 - 1
Rio de Janeiro - Daniel Friedman d. Pepê Lopes

1976 - 2
Rio de Janeiro - Pepê Lopes d. Jeff Crawford
Pipeline - Rory Russell (...) Pepê Lopes, em sexto

Total de participações em 68 finais de 1976 a 2017
17 - Gabriel Medina
13 - Adriano de Souza
6 - Fábio Gouveia
5 - Flávio Padaratz, Filipe Toledo
3 - Pepê Lopes, Peterson Rosa, Victor Ribas, Neco Padaratz
2 - Jojó de Olivença, Guilherme Herdy, Jadson André
1 - Daniel Friedman, Ismael Miranda, Valdir Vargas, Roberto Valério, Ricardo Tatuí, Armando Daltro, Bruno Santos, Ítalo Ferreira, Caio Ibelli

Mais: Todos os Mundiais/WCT no Brasil
Todas as vitórias brasileiras no WCT