terça-feira, dezembro 20, 2016

O Brasil nos Top 16 do WT

Desde 1991, quando Fábio Gouveia ingressou pela primeira vez entre os top 16, quinze brasileiros já terminaram ao menos uma temporada entre os dezesseis melhores da ASP:
9 - Adriano de Souza
6 - Gabriel Medina
4 - Fábio Gouveia, Victor Ribas
3 - Flávio Padaratz, Peterson Rosa, Filipe Toledo
2 - Jojó de Olivença, Italo Ferreira
1 - Neco Padaratz, Guilherme Herdy, Jadson André, Aleho Muniz, Wiggolly Dantas, Caio Ibelli

Cinco paulistas, três catarinenses, dois cariocas, um paraibano, um baiano, um paranaense e dois potiguares.

Até o título mundial de Gabriel Medina em 2014, a melhor colocação já alcançada por um brasileiro tinha sido o 3º lugar de Victor Ribas em 1999. Adriano de Souza foi top 10 em sete temporadas (cinco delas seguidas), recorde para um brasileiro. Aleho, Medina, Filipe Toledo, Ítalo e Wiggolly foram top 16 em seus anos de estreia (Medina competindo em apenas metade da temporada). Em 2017, Medina foi top 3 pelo terceiro ano seguido. Outro recorde foi alcançado em 2015 e repetido em 2016: cinco brasileiros entre os 16 melhores.

Veja o levantamento, em ordem cronológica inversa, da presença brasileira entre os top 16, de 1991 a 2015. Constam somente os anos em que houve ao menos um brasileiro entre os 16 primeiros.



2016 - Gabriel Medina 3º, Filipe Toledo 10º, Adriano de Souza 11º, Italo Ferreira 15º e Caio Ibelli 16º

2015 - Adriano de Souza 1º, Gabriel Medina 3º, Filipe Toledo 4º, Italo Ferreira 7º e Wiggolly Dantas 15º

2014 - Gabriel Medina 1º e Adriano de Souza 8º

2013 - Adriano de Souza em 13º, Gabriel Medina em 14º e Filipe Toledo em 15º

2012 - Adriano de Souza em 5º e Gabriel Medina em 7º

2011 - Adriano de Souza em 5º, Aleho Muniz em 10º e Gabriel Medina em 12º

2010 - Adriano de Souza, em 10º, e Jadson André, em 13º

2009 - Adriano de Souza, em 5º

2008 - Adriano de Souza, em 7º

2005 - Victor Ribas, em 15º

2004 - Peterson Rosa, em 10º

2001 - Peterson Rosa, em 7º

2000 - Flávio Padaratz, em 10º, e Guilherme Herdy, em 12º

1999 - Victor Ribas, em 3º

1998 - Peterson Rosa, em 8º

1997 - Neco Padaratz, em 13º

1996 - Jojó de Olivença, em 16º

1995 - Victor Ribas, em 6º

1994 - Flávio Padaratz, em 8º, Jojó de Olivença, em 11º, Fábio Gouveia, em 12º, e Victor Ribas, em 15º

1993 - Fábio Gouveia, em 13º

1992 - Fábio Gouveia, em 5º, e Flávio Padaratz, em 15º

1991 - Fábio Gouveia, em 13º


Mais: comentário de Júlio Adler no Goiabada sobre brasileiros entre os top 16

0 Comentários: